terça-feira, 25 de março de 2008

Quero muitas coisas...

... É verdade... mas uma, especialmente. Quero ser sempre idealista, mesmo que eu quebre a cara, mesmo que eu me torne excessivamente sonhadora. Não quero acreditar que o mundo está perdido e que nada pode ser feito, porque nas atuais conjunturas, ser realista é ser conformista, é perder a fé e cair inevitavelmente no egoísmo; é negligenciar a nossa missão de fazer o bem e de construir um mundo melhor...

Nenhum comentário: